Tatuagens melhoram seu sistema imunológico
11 de março de 2016
Minha Tatuagem Inflamou e agora?
23 de março de 2016
Show all

Tatuagem na gravidez, sim ou não?

Via: Baby Center (http://goo.gl/KCYuCW)

Os médicos preferem recomendar que mulheres grávidas não façam tatuagens durante a gravidez.

Se você quer homenagear o bebê, é melhor esperá-lo nascer e parar de mamar no peito, para garantir que ele não seja prejudicado. Pelo menos você vai ter bastante tempo para pensar no desenho mais legal — e que combine com outras tatuagens se você tiver mais filhos no futuro!

São vários os fatores apontados pelos especialistas para sustentar o veto às tatuagens na gravidez:

– Perigo de pegar doenças se o material não for esterilizado ou descartável. O risco maior é o de ser contaminada com vírus como os que causam a hepatite B e a hepatite C, além do HIV, que provoca a Aids. Essas doenças podem passar para o bebê.

– Não se sabe se as tintas usadas na tatuagem podem afetar o bebê de alguma forma, por isso é melhor não arriscar.

– Como o sistema imunológico da grávida não é tão eficiente, há maior perigo de infecções no local da tatuagem.

– A pele da gestante está diferente devido aos hormônios, portanto existe a possibilidade de o desenho da tatuagem mudar de aspecto quando a pele voltar ao normal, após a gravidez. Dependendo do lugar, a pele estica, e podem surgir estrias que estraguem o desenho, o que exigiria retoques depois.

– O fato de ter uma tatuagem nas costas pode atrapalhar na hora de aplicar uma anestesia, principalmente se for uma tatuagem recente.

– Durante o procedimento por mais tranquilo que a pessoa esteja e acostumada, mesmo assim o organismo libera adrenalina (A adrenalina é um hormônio simpaticomimético e neurotransmissor, em momentos de “stress”, as suprarrenais secretam quantidades “ABUNDANTES” deste hormônio que prepara o organismo para grandes esforços físicos, estimula o coração, eleva a tensão arterial, relaxa certos músculos e contrai outros. fonte: Wikipédia) E que por sua vez, via corrente sanguínea, vai também direto pro feto, podendo assim, causar danos ao desenvolvimento do mesmo.

Se você não sabia que estava grávida e fez uma tatuagem com agulha, não precisa se desesperar. Os exames para as doenças citadas acima já fazem parte do pré-natal normal. Mas explique o que aconteceu ao profissional de saúde que acompanha sua gravidez. Talvez ele queira repetir os exames mais para o fim da gestação, só para ter certeza de que está tudo bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *